O preço da vida e o valor da natureza

Morre o líder extrativista que denunciava as madeireiras e as carvoarias do desmatamento e do trabalho escravo. São empresas que operam na ilegalidade e usam pistoleiros para ditar as regras. E são fornecedoras de grandes siderúrgicas, construtoras, montadoras de carro, lojas de móveis. Uma cadeia produtiva que não faz as contas, em suas planilhas, do valor da natureza e do preço da vida.

O crime chega no meio da comédia de horrores em que se transformou a votação do Código Florestal. Também chega junto com a notícia de que aumentou o desmatamento em áreas privadas da Amazônia. Isso porque os grandes proprietários tem a certeza da impunidade. A certeza de que serão anistiados e de que o novo Código Florestal será favorável ao “setor produtivo”.

José Cláudio Ribeiro foi assassinado junto com a esposa, Maria do Espírito Santo. Pistoleiros fuzilaram o casal em Nova Ipixuna (PA), onde vivia. José Cláudio sabia que estava marcado para morrer e anunciou isso várias vezes, publicamente. Dizia até quem seriam autores do crime: madeireiros que atuam de forma predatória, inconformados com sua luta em defesa do Meio Ambiente.

A equipe da Papel Social voltou recentemente da região de Nova Ipixuna, onde esteve para apurar o uso de carvão ilegal por parte de grandes siderúrgicas exportadoras de ferro gusa, fato que José Cláudio vinha denunciando a bastante tempo.

_________________________________________________________________________________

Foto: Carvoarias na região sudeste do Pará, em foto de Sérgio Vignes, que viajou com a equipe da Papel Social.
_________________________________________________________________________________

Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos dos textos, artigos e fotos é preciso citar o autor e o nome da Papel Social. Para reprodução em sites, dar o crédito e o link da página original da qual foi retirada o texto. As imagens não podem ser publicadas fora do contexto em que foram utilizadas neste site, ou separadas do texto original.

Anúncios

Comentários encerrados.

  • ▪ Contatos

    11 3798-1230
    contato@papelsocial.com
    -
    Rua João Ramalho, 136
    Perdizes, São Paulo - SP
    05008-000

  • Política de privacidade:

    A Papel Social Comunicação respeita a sua privacidade. Todas as informações pessoais que você fornecer para nós, incluindo nome, apelido, endereço, telefone e e-mail, não serão cedidas, vendidas ou alugadas a quaisquer organizações ou pessoas.
  • © 2013 Papel Social Comunicação.

    Todos os direitos reservados. All rights reserved.
    Para reprodução de trechos dos textos, artigos e fotos é preciso citar o autor e o nome da Papel Social. Para reprodução em outros sites, basta dar o crédito e o link da página original da qual foi retirada o texto e a imagem, porém as imagens não podem ser publicadas fora do contexto em que foram utilizadas neste site, ou separadas do texto original.

%d blogueiros gostam disto: