Julgamento histórico em São Paulo

Um acontecimento raro está em curso em São Paulo: os assassinos de um índigena estão indo a julgamento. Sentam no banco dos réus os acusados de matar o cacique Marcos Veron, na nação Guarani-Kaiowá que habita a região de Dourados (MS).

Veron foi assassinado em 2003, aos 72 anos de idade. Foi mais uma vítima da ação genocida que há séculos tenta exterminar os Guarani-Kaiowá que habitam uma das regiões mais férteis do país, no Mato Grosso do Sul. Por lá, as políticas públicas priorizam grandes negócios de soja e gado. O Estado é omisso em relação ao extermínio dos povos indígenas. A impunidade dá aos fazendeiros carta branca para agir.

Os procuradorores da república que cuidam do caso conseguiram transferir o julgamento para São Paulo, pois em Dourados não há clima para um julgamento imparcial.

Dezenas de indígenas acompanham o julgamento. Testemunhas de acusação perderam o primeiro dia do júri. Não puderam embarcar usando cocares e vestimentas tribais. Ninguém avisou a eles que, para andar de avião, índio precisa se vestir de homem branco.

Acabaram por chegar. Depositam suas esperanças na imparcialidade do júri.

O julgamento é  fato histórico, de grande importância para resgatar as liberdades democráticas em uma das regiões mais ricas do Brasil.

Para saber mais, leia a matéria publicada pela Adital.

Anúncios

Comentários encerrados.

  • ▪ Contatos

    11 3798-1230
    contato@papelsocial.com
    -
    Rua João Ramalho, 136
    Perdizes, São Paulo - SP
    05008-000

  • Política de privacidade:

    A Papel Social Comunicação respeita a sua privacidade. Todas as informações pessoais que você fornecer para nós, incluindo nome, apelido, endereço, telefone e e-mail, não serão cedidas, vendidas ou alugadas a quaisquer organizações ou pessoas.
  • © 2013 Papel Social Comunicação.

    Todos os direitos reservados. All rights reserved.
    Para reprodução de trechos dos textos, artigos e fotos é preciso citar o autor e o nome da Papel Social. Para reprodução em outros sites, basta dar o crédito e o link da página original da qual foi retirada o texto e a imagem, porém as imagens não podem ser publicadas fora do contexto em que foram utilizadas neste site, ou separadas do texto original.

%d blogueiros gostam disto: