Chevron é multada por poluição no Equador

Por conta de um desastre ambiental dez vezes maior que o recente derramamento de óleo no Golfo do México, a Justiça equatoriana aplicou uma multa de US$ 8 bilhões na Chevron, empresa de petróleo norte-americana. O embate judicial durou décadas.

A Texaco, que se fundiu com a Chevron em 2001, foi responsabilizada pelo derramamento de 68 bilhões de litros de materiais tóxicos em fossas e rios amazônicos no Equador.  Isso é dez vezes mais do que a estimativa de óleo derramado no Golfo do México pela BP Global (British Petroleum).

O desastre ambiental aconteceu entre os anos de 1972 e 1992. A queixa contra a petrolífera foi feita em nome de um grupo 30 mil equatorianos, que alega que a poluição afetou suas colheitas, destruiu áreas de floresta, matou animais e provocou um aumento na incidência de câncer na população local.

A Chevron disse que vai recorrer da multa, que considerou “ilegítima”. Segundo a empresa, a sentença foi “resultado de fraude e contrária a provas científicas legítimas”.

Anúncios

Comentários encerrados.

  • ▪ Contatos

    11 3798-1230
    contato@papelsocial.com
    -
    Rua João Ramalho, 136
    Perdizes, São Paulo - SP
    05008-000

  • Política de privacidade:

    A Papel Social Comunicação respeita a sua privacidade. Todas as informações pessoais que você fornecer para nós, incluindo nome, apelido, endereço, telefone e e-mail, não serão cedidas, vendidas ou alugadas a quaisquer organizações ou pessoas.
  • © 2013 Papel Social Comunicação.

    Todos os direitos reservados. All rights reserved.
    Para reprodução de trechos dos textos, artigos e fotos é preciso citar o autor e o nome da Papel Social. Para reprodução em outros sites, basta dar o crédito e o link da página original da qual foi retirada o texto e a imagem, porém as imagens não podem ser publicadas fora do contexto em que foram utilizadas neste site, ou separadas do texto original.

%d blogueiros gostam disto: