Amazongate: a invenção de uma reportagem

Alguns dias atrás, após sustentar uma farsa por cinco meses, o Sunday Times publicou um pedido de desculpas pelas invencionices escritas na matéria que levou o título Painel do clima da ONU humilhado por afirmações falsas sobre a floresta amazônica. Para defender a tese, o jornal usou declarações de um cientista que disse exatamente o contrário, ou seja, que o Painel do Clima estava certo em suas declarações. O jornal distorceu algumas frases e inventou outras por conta própria. O objetivo era desmoralizar os cálculos sobre os efeitos das mudanças climáticas na Amazônia.
O nome do cientista que teve as declarações distorcidas pelo jornal é Simon Lewis, especialista em florestas tropicais. O caso lembra a mais recente escorregada ficcional da revista Veja, que fabricou declarações e as colocou na boca do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro, dizendo exatamente o contrário do que ele pensa sobre a identidade indígena.

As semelhanças entre Veja e Sunday Times param por ai. Na Inglaterra, o cientista registrou uma queixa formal na Comissão de Reclamações Contra a Imprensa, instituição auto-reguladora responsável por analisar reclamações sobre o conteúdo divulgado pela imprensa britânica. O jornal se retratou e pediu desculpas por ter inventado o Amazongate.
No Brasil não aconteceu nenhuma coisa nem outra. Apesar das contundentes reclamações de Viveiros de Castro, a Veja nega que tenha distorcido os fatos. Diante disso, segundo a revista, não há porque pedir desculpas.
Viveiros também não pode recorrer a uma instituição que zele pelo conteúdo publicado na imprensa brasileira. As empresas jornalísticas insistem que esse tipo de iniciativa seria um ato de censura.

Para a sorte dos leitores brasileiros, a indústria do jornalismo espetáculo perde terreno para as novas formas de fazer comunicação, onde pessoas e organizações podem dar a sua versão dos fatos sem pedir a benção do baronato que controla os meios de comunicação de massa.
A Papel Social defende a cobertura equilibrada dos temas ligados ao Meio Ambiente. Os meios de comunicação devem assumir a responsabilidade pela publicação de informações corretas e bem apuradas. A comunicação, em suas diversas vertentes, tem um papel fundamental na construção de um mundo sustentável.

Anúncios

Comentários encerrados.

  • ▪ Contatos

    11 3798-1230
    contato@papelsocial.com
    -
    Rua João Ramalho, 136
    Perdizes, São Paulo - SP
    05008-000

  • Política de privacidade:

    A Papel Social Comunicação respeita a sua privacidade. Todas as informações pessoais que você fornecer para nós, incluindo nome, apelido, endereço, telefone e e-mail, não serão cedidas, vendidas ou alugadas a quaisquer organizações ou pessoas.
  • © 2013 Papel Social Comunicação.

    Todos os direitos reservados. All rights reserved.
    Para reprodução de trechos dos textos, artigos e fotos é preciso citar o autor e o nome da Papel Social. Para reprodução em outros sites, basta dar o crédito e o link da página original da qual foi retirada o texto e a imagem, porém as imagens não podem ser publicadas fora do contexto em que foram utilizadas neste site, ou separadas do texto original.

%d blogueiros gostam disto: